Facebook Twitter LinkedIn Youtube Flickr
27/02/2013 12:06

Desenvolvimento tecnológico foi tema do 24° Radar

Boletim traz discussão que faz parte de projeto sobre a infraestrutura de pesquisa do país


A 24ª edição do boletim Radar: tecnologia, produção e comércio exterior, lançada nesta quarta-feira, 27, pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), evidencia questões relevantes para o debate sobre o desenvolvimento tecnológico e aponta novas rotas para pesquisas futuras. A discussão está inserida em um projeto mais amplo do Instituto, que pretende analisar as potencialidades e limitações do sistema, por meio do diagnóstico e do mapeamento preciso da infraestrutura de pesquisa científica e tecnológica disponível no país.

Em seu primeiro artigo, Sistemas de Inovação e Infraestrutura de Pesquisa: considerações sobre o caso brasileiro, de Fernanda De Negri e Luiz Ricardo Cavalcante, o documento aponta para a necessidade de uma infraestrutura de pesquisa moderna e atualizada, não apenas para a produção de conhecimento novo, mas também para a formação de recursos humanos qualificados para o desenvolvimento de inovações tecnológicas no setor produtivo.

De autoria dos pesquisadores José Mauro de Morais e Lenita Turchi, o texto Sistema de Inovação Tecnológica no Setor de Petróleo e Gás apresenta os principais atores do sistema de inovações do setor, em dois momentos da história econômica do país: a época do monopólio estatal da produção e distribuição de petróleo e gás natural, e o período recente, de quebra dessa exclusividade.

No artigo A Política de Inovação e a Política de Defesa: o caso da agência de inovação DARPA nos Estados Unidos, Mansueto Almeida assinala que o tipo de fomento à inovação que decorre da forma de atuação da Darpa junto a universidades e empresas privadas não encontra paralelo com o que se faz no Brasil. O pesquisador ressalta que não há nada parecido em termos de gestão, accountability e cooperação entre setor público e privado no país.

O quarto texto que o Boletim traz, Ciência, Tecnologia e Inovação em Defesa: notas sobre o caso do Brasil, da técnica de Planejamento e Pesquisa do Ipea Flávia de Holanda Schmidt, apresenta uma discussão sobre CT&I em defesa e levanta questões para debate e aprofundamento futuro sobre o caso brasileiro. De acordo com Flávia, no período recente, houve a retomada de importância do tema em termos de políticas públicas.

Em outro estudo, os pesquisadores José Eustáquio Ribeiro Vieira Filho e Adriana Carvalho Pinto Vieira tratam do Panorama das Inovações na Pesquisa Agrícola no Brasil: o sistema de propriedade intelectual. A pesquisa mostra que, se ainda existe no Brasil uma grande lacuna entre a ciência e o mercado no setor industrial, quando se observa o agronegócio, a Embrapa é um modelo que gera pesquisa e desenvolvimento, promovendo parcerias com objetivo de potencializar o processo de inovação.

Os pesquisadores Luís Claudio Kubota, João Maria de Oliveira e Roberto Carlos Mayer fizeram, em O Sistema Setorial de Inovação de TICs no Brasil e o Surgimento de Novas Firmas, uma análise qualitativa sobre o processo vivenciado por empresas incubadas e incubadoras que atuam, preferencialmente, nos setores de tecnologias da informação e comunicação (TICs).

Por fim, o artigo Infraestrutura de Pesquisa no Brasil: resultados do levantamento realizado junto às instituições vinculadas ao MCTI, dos pesquisadores Fernanda De Negri e Públio Vieira Valadares Ribeiro, buscou mostrar algumas características dos laboratórios e demais infraestruturas de pesquisa das instituições vinculadas ao MCTI a partir de um conjunto inédito de informações coletadas pelo ministério no ano de 2012.

Leia o Boletim Radar nº 24 

Assista a entrevista de Fernanda De Negri, diretora da Diset.

Assista a entrevista de Flávia de Holanda Schmidt, editora do Boletim Radar.

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea