Facebook Twitter LinkedIn Youtube Flickr
topo livro_politicas_incent_inov_tecn_brasil

TD 1827 - A Desagregação dos Fluxos Financeiros Durante os Eventos de Parada Súbita na Entrada de Capital Externo 

Marcos Antônio C. da Silveira / Brasília, abril de 2013

A conta financeira do balanço de pagamentos agrega um conjunto bastante heterogêneo de fluxos de capitais. Entre outras características, os investimentos externos diferem em termos de maturidade, risco, liquidez e receptor. Com esta perspectiva, o trabalho analisa comparativamente o comportamento dos principais componentes da conta financeira durante os eventos de parada súbita na entrada líquida de capital externo em países emergentes e desenvolvidos. Estes eventos são identificados na literatura como reduções bruscas e inesperadas no superávit da conta financeira de um país em consequência das decisões dos investidores externos de interromper os fluxos financeiros para este. O trabalho conclui que estes eventos são quase que inteiramente explicados pela contração dos fluxos de empréstimos e investimento em carteira, os quais em média possuem uma maturidade menor que o investimento direto. Além disso, aplicações em renda fixa e destinadas ao setor público são relativamente mais estáveis que as aplicações em renda variável ou destinadas para bancos e empresas privadas.

Palavras-chave: fluxo de capital externo; parada súbita.


The balance of payments’ financial account aggregates a very heterogeneous set of capital flows. Among other features, these investments differ in terms of maturity, risk, liquidity and receptor. From this viewpoint, this paper analyzes comparatively the behavior of the main components of the financial account during the events of sudden stops in the net inflow of foreign capital to the emergent and developed countries. These events are identified in the literature as sharp and unexpected falls in the financial account surplus of a country as a result of the foreign investors’ decisions to stop the financial flows to this country. The article concludes that these events are almost entirely explained by contraction of flows of portfolio investment flows and loans, whose average maturities are lower than that of the direct investment. In addition, investments in fixed income and for the public sector are relatively more stable than investments in variable income and for banks and private companies.

Keywords: external capital flow; sudden stop.


acesseAcesse o documento (566KB)


 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea