Facebook Twitter LinkedIn Youtube Flickr
topo livro_politicas_incent_inov_tecn_brasil

TD 1832 - A Distribuição de Renda nas Pesquisas Domiciliares Brasileiras: Harmonização e Comparação Entre Censos, PNADS e POFS 

Pedro Herculano Guimarães Ferreira de Souza / Brasília, maio de 2013

O objetivo deste trabalho é documentar e explicar as diferenças nas distribuições de renda dos censos demográficos, das Pesquisas Nacionais por Amostra de Domicílios (PNADs) e das Pesquisas de Orçamentos Familiares (POFs). A principal hipótese é que um número relativamente pequeno de procedimentos de harmonização, que aproxima o desenho das três pesquisas, é capaz de promover grande convergência dos resultados. Os resultados confirmam, em larga medida, esta hipótese: o retrato que emerge do Brasil nos censos, nas PNADs e nas POFs é coerente e robusto após a harmonização.Ainda que haja pequenas variações quanto aos níveis de renda, desigualdade e pobreza,pode-se afirmar que, pelo menos de acordo com os dados disponíveis até o momento,o crescimento da renda e a queda da desigualdade e da pobreza podem ser considerados fenômenos bem estabelecidos. Grande parte das discrepâncias entre censos, PNADs e POFs decorre de questões amostrais, conceituais e de tratamento que podem ser minimizadas com os procedimentos sugeridos. O desenho de cada pesquisa influencia fortemente seus resultados e, portanto, não se deve estranhar que os números produzidos não sejam diretamente comparáveis.

Palavras-chave: pesquisas domiciliares; distribuição de renda; desigualdade; pobreza.


This paper documents and tries to explain the discrepancies between the income distributions reported by the three major household surveys in Brazil: the Census, the Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) and the Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF). The main hypothesis is that key differences in survey design are responsible for these results, which can be remedied by a relatively small number of harmonization procedures. Our analysis largely confirms this hypothesis: the harmonized data yields very consistent results in the Census, the PNAD and the POF. Although the levels of income, inequality and poverty are not exactly the same, the trends are very similar: income growth, the fall in inequality and poverty reduction in the past decade can be considered well-established facts. Most of the differences between the income data in the three surveys can be explained by disparities in sample design, conceptual framework and the statistical treatment of the data. Thus, it is not surprising that the three surveys report divergent figures, as they are not directly comparable.

Keywords: household surveys; income distribution; income inequality; income poverty.   


acesseAcesse o sumário executivoacesseAcesse o documento (566KB)



 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea