Facebook Twitter LinkedIn Youtube Flickr
10/07/2013 16:22

Ipea desenvolve rating para empresas inovadoras

Indicador sintético é similar ao utilizado pelos bancos para avaliar o risco de crédito das empresas

Uma proposta de rating para empresas inovadoras foi desenvolvida para a Finep pelos pesquisadores Fernanda De Negri e Luiz Ricardo Cavalcante, da Diretoria de Estudos Setoriais do Ipea. A ideia é produzir um indicador sintético similar aos utilizados pelos bancos para avaliar o risco de crédito das empresas, só que, nesse caso, o objetivo é avaliar a capacidade inovativa das mesmas. Apesar de ter sido construído a pedido da Finep, esse rating pode ser utilizado por outras agências ou bancos que financiem a inovação.

O indicador proposto é uma síntese de diversos outros dados sobre a trajetória tecnológica das empresas no passado recente, agrupados em cinco dimensões principais. A dimensão econômica contém informações sobre faturamento e número de funcionários das empresas. A dimensão setorial leva em consideração o fato de que alguns setores são, por natureza, mais inovadores do que outros e, portanto, impactam positivamente a capacidade de inovação.

A dimensão P&D contabiliza os investimentos em pesquisa e desenvolvimento realizados pela empresa em relação a seu setor de atuação. Empresas com maiores investimentos em P&D em relação à média do seu setor receberiam pontuação mais alta do que as que investem menos. Uma quarta dimensão avalia os recursos humanos, novamente em comparação à média empenhada das empresas do seu setor.

Escala
Aquelas com pessoal mais qualificado e com mais funcionários atuando em atividades de pesquisa possuem maior capacidade de inovar. Por fim, a dimensão inovação leva em conta o fato de a empresa ter introduzido no mercado novos produtos e/ou processos produtivos e se esses produtos ou processos são novidade apenas para empresa ou constituem novidades para o mercado.

Esse conjunto de indicadores será informado pelas empresas e comparado aos indicadores do setor onde ela atua e permitirão, no seu conjunto, avaliar seu potencial inovador. O indicador síntese, que leva em conta todas essas dimensões, varia de 0 a 1, sendo que, a partir de 0,85 a empresa é classificada como uma empresa A+ em termos de inovação. Proposta similar foi feita pelo Ipea para avaliar os projetos de inovação apresentados pelas empresas.

“O rating desenhado por nós nesse estudo será de uso da Finep para avaliar a concessão de crédito, por meio de nota de potencial de inovação. Esse indicador unifica variáveis relacionadas e garante mais transparência e padronização no processo de análise, e ajuda a Finep no esforço que já vem empenhando para reduzir prazos de avaliação de projetos e alocação de recursos”, explicou De Negri.

Leia a Nota Técnica - Índices compostos de inovação: uma proposta de cálculo de ratings para empresas e projetos

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea