Facebook Twitter LinkedIn Youtube Flickr
topo td_antigos

TD 0538 - Competitividade de Grãos e de Cadeias Selecionadas do Agribusiness

José Garcia Gasques, Carlos Monteiro Villa Verde, Frederico Andrade Tomich, João Alberto De Negri, Luís Carlos G. de Magalhães e Ricardo Pereira Soares / Brasília, janeiro 1998

Este trabalho visa analisar a competitividade de grãos no Brasil. A metodologia utilizada baseia-se nos custos de produção, preços e produtividade, que são os indicadores normalmente utilizados quando se trata de produtos não elaborados. Uma revisão dos estudos de competitividade mostrou que há divergências quanto aos resultados quando se tomam como referência os custos de produção. Mostra':'seque a melhor maneira de comparar a competitividade entre países é utilizar os preços de paridade, definidos como os preços FOB dos produtos nas principais bolsas de commodities, acrescidos dos custos para colocação dos produtos nos centros consumidores. Por último, da análise dos fatores que afetam a competitividade, conclui-se que, além dos custos e preços, a competitividade também é afetada por fatores como políticas de subsídios por parte dos países de origem e condições de importação mais vantajosas em prazos e Juros.


acesseAcesse o documento (212.09 Kb)           

 

Surplus Labor and Industrialization

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea