Facebook Twitter LinkedIn Youtube Flickr
18/06/2014 14:28
topo livro_politicas_incent_inov_tecn_brasil

TD 1977 - Uma Proposta Metodológica para a Estimação da Matriz de Absorção de Investimentos para o período 2000-2009

Thiago Miguez, Fabio Freitas, Gabriel Coelho Squeff, Lucas Ferraz Vasconcelos, Thiago Moraes / Rio de Janeiro, junho de 2014

Este artigo apresenta uma metodologia de estimação dos fluxos de investimento em nível setorial para o Brasil, entre 2000 e 2009, por meio de matrizes de absorção de investimento (MAIs). Foram estimadas MAIs para a economia como um todo e segundo a origem dos produtos (nacional ou importado). Utilizaram-se dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e da Petrobras e adotou-se a classificação do Sistema de Contas Nacionais (SCN) do IBGE. Entre outras aplicações, as MAIs podem ser empregadas na construção de modelos multissetoriais dinâmicos de simulação e no cálculo do estoque de capital e da produtividade multifatorial em nível setorial. No entanto, ressalta- se que tais aplicações não são o objetivo deste trabalho.

Palavras-chave: matriz de absorção de investimento; formação bruta de capital fixo; contas nacionais.

This paper presents an estimation of investment flows for Brazil between 2000 and 2009 at the sectoral level through Capital Flow Tables (CFTs). CFTs were estimated for the economy as a whole and according the origin of products (domestic or imported). We use data from MDIC, IBGE, BNDES, Petrobras, and we adopt Brazilian National Accounts classification. Among others, CFTs can be used to elaborate multisectoral dynamic models and to calculate capital stock and multifactor productivity at the sectoral level.

Keywords: capital flow table; gross fixed capital formation; national accounts.


acesseAcesse o sumário executivoacesseAcesse o documento (1.008 KB)



 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea