Facebook Twitter LinkedIn Youtube Flickr
01/01/2015 00:00
topo livro_politicas_incent_inov_tecn_brasil

DP 0101 - Optimal Rules for Monetary Policy in Brazil

Joaquim Pinto de Andrade and José Angelo C. A. Divino / Brasília, January 2015

icon pdf Download PDF (1 MB)      

This paper presents optimal rules for monetary policy in Brazil derived from a backward looking expectation model consisting of a Keynesian IS function and an Augmented Phillips Curve (IS-AS). The IS function displays a high sensitivity of aggregate demand to the real interest rate and the Phillips Curve is accelerationist. The optimal monetary rules show low interest rate volatility with reaction coefficients lower than the ones suggested by Taylor (1993a,b). Reaction functions estimated through ADL and SUR models suggest that monetary policy has not been optimal and has aimed to product rather than inflation stabilization.

Este trabalho apresenta regras ótimas de política monetária no Brasil derivadas de um modelo que consiste de uma função keinesiana IS e uma Curva de Phillips Aumentada (IS-AS) e com expectativas voltadas para trás. A função IS revela alta sensibilidade da demanda agregada à taxa de juros e a Curva de Phillips é aceleracionista. A regra ótima de política monetária mostra reduzida volatilidade da taxa de juros com coeficientes de reação menores do que os sugeridos por Taylor (1993a e b). Funções de reação estimadas através de modelos ADL e SUR sugerem que a política monetária não tem sido ótima e tem buscado estabilizar o produto em lugar da inflação.
 


 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea