Missão: “Aprimorar as políticas públicas essenciais ao desenvolvimento brasileiro por meio da produção e disseminação de conhecimentos e da assessoria ao Estado nas suas decisões estratégicas”.
IPEA - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Twitter
Youtube
facebook
Google +

 

tips and trick
td-banner

TD 2277 - O Mercado de Trabalho na Fronteira do Agronegócio: quanto a dinâmica no Matopiba difere das regiões mais tradicionais?

Felippe Serigati, Raquel Magossi Rodrigues, Roberta Possamai e José Eustáquio Ribeiro Vieira Filho Rio de Janeiro, março de 2017

 

Este estudo tem como objetivo principal analisar a dinâmica do mercado de trabalho na região do Matopiba e compará-la com a evolução do mercado de trabalho no agronegócio brasileiro como um todo. O trabalho faz parte de um projeto de pesquisa que visa realizar um diagnóstico da socioeconomia e das condições institucionais das macrorregiões Nordeste e Norte do Brasil, de maneira a subsidiar a implementação de políticas públicas e a aplicação de instrumentos de desenvolvimento regional. Por meio dos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua realizada entre o primeiro trimestre de 2012 e o primeiro trimestre de 2016, ficou claro que, por um lado, embora o agronegócio tenha gerado uma quantidade cada vez menor de postos de trabalho dentro do próprio setor, por outro, conseguiu dinamizar o mercado de trabalho do Matopiba, aumentando o rendimento médio da população ocupada da região e aquecendo o setor de serviços local. Por trás dessa dinâmica aparentemente contraditória há o sucesso do agronegócio brasileiro, que, por meio de tecnologias mais intensivas em capital e poupadoras de mão de obra, conseguiu aumentar a sua produtividade e gerar volumes crescentes de renda, liberando força de trabalho para outros setores. No Matopiba, a renda gerada pelo agronegócio aqueceu o setor de serviços que, por sua vez, dinamizou o mercado de trabalho local, possibilitando a incorporação de um volume de mão obra maior do que aquele que foi liberado pelas atividades do universo agro. Embora essa dinâmica fique clara ao se decompor os dados sobre o mercado de trabalho no Matopiba, no restante do país é possível observar apenas que o agronegócio contraiu a população ocupada em suas atividades, permanecendo dúvidas se, de fato, promoveu o aquecimento do mercado de trabalho no setor de serviços.

Palavras-chave: mercado de trabalho; Matopiba; agronegócio; desenvolvimento regional; fronteira agrícola.

The present study has the main objective to analyze the labor market dynamics in the Matopiba region and to compare it with the evolution of the Brazilian agribusiness labor market as a whole. The paper is part of a broader research project that aims to make a diagnosis of the socioeconomics and the institutional conditions of the Brazilian Northeast and North macro-regions, in order to subsidize the implementation of public policies. Using the data from the Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua between the first quarter of 2012 and the first quarter of 2016, it was clear that, on the one hand, although agribusiness generated an increasingly smaller number of jobs within the sector itself, on the other, managed to boost the labor market of Matopiba, increasing the average income of the employed population of the region and improving the local services sector. Behind this seemingly contradictory dynamic there is the success of Brazilian agribusiness, which, through more capital-intensive and labor-saving technologies, has been able to increase its productivity and generate increasing income, freeing up workforces to other sectors. In Matopiba, the income generated by agribusiness has warmed the service sector, which in turn has boosted the local labor market, allowing the incorporation of a larger volume of employees. Although this dynamic was clear in Matopiba, in the rest of the country it is possible to observe only that agribusiness reduced the employed population in its activities.

Keywords: labor market; Matopiba; agribusiness; regional development; agricultural frontier.

 

 acesseAcesse o sumário executivo  acesseAcesse o documento (3 MB)

 

 

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea