Twitter
Youtube
facebook
Google +
Google +

 

tips and trick

topo dp_2017

DP 0226 - Housing Demand and Tenure Choice in Brazilian Urban Areas

Maria da Piedade Morais e Bruno de Oliveira Cruz / Brasília, october 2017

icon pdf Acesse o PDF (2 MB)  icon pdf

Executive Summary (120 KB)

   

 

This paper analyzes the main determinants of tenure choice in Brazil in formal and informal housing markets. Logit and Multinomial Logit models with several specifications are used to test the household’s tenure choice behavior taking demographic, social, economic and locational factors as dependent variables. The main source of information is the 2005 National Household Survey (Pnad) microdata. The probability of ownership is higher among non-afrodescendents, man-headed households and public servants. The poor, the young, recent migrants and single women with young children have higher probabilities of renting or becoming owners in informal settlements. Wealth and life cycle variables such as age, household size and marital status are good predictors for formal ownership. Education enhances the probability of being in the formal housing markets, either as a renter or an owner.

Keywords: housing demand; tenure choice; housing policy; Brazil.

Este trabalho analisa os principais determinantes da escolha das condições de ocupação da moradia (tenure choice) no Brasil, em mercados habitacionais formais e informais. Para testar o comportamento das famílias no que diz respeito à tenure choice foram utilizados modelos logit e multinomial logit com diversas especificações, usando características demográficas, sociais, econômicas e locacionais como variáveis dependentes. A principal fonte de informação são os microdados da Pesquisa Nacional de Amostra por Domicílios (Pnad) 2005. O estudo mostra que a probabilidade de ser proprietário no mercado habitacional formal é maior entre os brancos, os homens chefes de domicilio e os servidores públicos. Os pobres, os jovens, os migrantes recentes e as mulheres chefe de domicílio com filhos pequenos possuem probabilidades mais elevadas de alugar ou de se tornar proprietários em assentamentos informais. A riqueza e as variáveis de ciclo de vida são bons preditores para proprietários formais. Um maior nível educacional aumenta a probabilidade de ter acesso ao mercado habitacional formal, seja como locatário ou como proprietário.

Palavras-chave: demanda habitacional; escolha das condições de ocupação da moradia; política habitacional; Brasil.

 

 

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea