Twitter
Youtube
facebook
LinkedIn
Google +

 

20/02/2018 11:00

Indicador Ipea de investimentos aponta crescimento de 4,2% em dezembro


Apesar do bom desempenho também no quatro trimestre – alta de 1,7% –, o resultado acumulado de 2017 ficou negativo em 2%

O Indicador Ipea Mensal de Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF) apontou crescimento de 4,2% em dezembro, na comparação com novembro, e encerrou o 4º trimestre com alta de 1,7%. Já o resultado acumulado no ano de 2017 foi uma queda de 2%. O avanço da FBCF no último mês de 2017 refletiu o bom desempenho de seus três componentes: o consumo aparente de máquinas e equipamentos (Came) subiu 4,2%, o indicador de construção civil registrou alta de 2%, mesma evolução do componente “outros ativos fixos”.

A estimativa do Came corresponde à produção industrial doméstica líquida das exportações e acrescida das importações. Um dos componentes do Came, a produção doméstica de bens de capital líquida de exportações cresceu 4,5% frente a novembro, enquanto o volume de importações também registrou avanço (5,6%).

O resultado do indicador de construção civil representou o terceiro crescimento consecutivo. Composto pelos investimentos em máquinas e equipamentos, em construção civil e em outros ativos fixos, o Indicador Ipea de FBCF é considerado uma prévia da atualização do Sistema de Contas Nacionais Trimestrais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Acesse o texto completo no blog da Carta de Conjuntura

 

 

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea