Twitter
Youtube
facebook
Google +
Google +

 

08/03/2018 15:47

Representatividade da mulher na internet é destaque em oficina realizada no Ipea


Em parceria com a Embaixada da Suécia, oficina WikiGap marcou o Dia Internacional da Mulher na sede do instituto, em Brasília. Evento é estratégico para ocupar Wikipédia numa perspectiva de gênero

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e a Embaixada da Suécia no Brasil realizaram nesta quinta-feira (08), das 9h às 17h, a oficina WikiGap, com o lema "Vamos fechar o hiato de gênero na internet!". Na abertura do evento, representantes do Ipea, da ONU Mulheres, e o embaixador sueco no Brasil, Per-Arne Hjelmborn, falaram sobre a importância da ação para diminuir a desigualdade de gênero. Enid Rocha, diretora-adjunta de Estudos e Políticas Sociais do Ipea, destacou alguns exemplos de mulheres que desempenharam importantes papéis na história do conhecimento humano, como Ada Lovelace, matemática e escritora inglesa.

Ana Carolina Querino, da ONU Mulheres, ressaltou a relevância da diversidade na produção de conteúdos na internet. Em um vídeo gravado e apresentado aos participantes, a ministra das Relações Exteriores da Suécia, Margot Wallstrom, disse que a representatividade da mulher na internet é muito importante, especialmente na Wikipédia, uma fonte de informações usada no mundo todo. Outras oficinas WikiGap serão realizadas durante o ano no Brasil e em outros países.

Débora Diniz, professora da Universidade de Brasília, enfatizou que é preciso criar estratégias para a Wikipédia na perspectiva de gênero, não apenas escrevendo biografias sobre mulheres célebres, mas criando novas formas de dizer que representem com mais igualdade as mulheres. Seu depoimento em vídeo também foi exibido durante o evento.

Em seguida, houve uma capacitação sobre a Wikipédia com consultores da Wikimedia e uma oficina prática de produção online de conteúdos em língua portuguesa. A atividade, aberta ao público, foi voltada não apenas para as mulheres, mas também incentivou a participação de homens e outros gêneros, parceiros/as na luta pela igualdade.

O médico Lucas Teles, consultor da Wikimedia, explicou as principais características da Wikipédia e ressaltou que as novas editoras devem ficar atentas na hora de publicar novos verbetes na enciclopédia livre, que todos podem editar. Ele recomendou que não sejam publicadas opiniões pessoais, propaganda ou autopromoção, cópia de informações ou conteúdo sem fonte. Teles informou que a Wikipédia está presente em mais de 290 idiomas, e a versão em português conta com mais de 993 mil artigos. São seis mil editores ativos, segundo o consultor.

De acordo com Teles, a plataforma tem cinco pilares: o enciclopedismo, a imparcialidade, o conteúdo livre, a civilidade e a liberdade de regras. Há uma enorme rede de revisores voluntários. Quando há qualquer conteúdo que não atenda aos cinco pilares, o conteúdo é excluído. "Wiki significa rápido. Você não precisa pedir permissão a ninguém. Pode ser que outras pessoas revisem, mas aquilo já está publicado. Quando você publica, já está permitindo que outras pessoas revisem, complementem e vendam. Criar, modificar, copiar, inclusive para fins comerciais", explicou.

Vídeo: Confira a análise da professora Débora Diniz sobre a representatividade das mulheres na Wikipedia

 

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea