Facebook Twitter LinkedIn Youtube Flickr
td-banner

TD 2445 - Crescimento Agrícola, Eficiência Técnica e Sustentabilidade Ambiental 
Felipe Pinto da Silva e José Eustáquio Ribeiro Vieira Filho , Brasília,fevereiro de 2019 

 

O objetivo deste estudo é estimar os fatores que influenciam a produção agrícola mundial, bem como avaliar o cálculo da eficiência técnica dos países, levando em conta o contexto das mudanças climáticas. O problema a ser tratado é: os países que buscam soluções produtivas para o aumento da produtividade e da competitividade seriam os mais eficientes em uma lógica de produção sustentável? Acredita-se que os países que mais ampliaram a produção foram os que mais intensificaram a emissão de gases de efeito estufa (GEE), o que leva a associar à falsa interpretação de que países que crescem poluem mais. A hipótese a ser testada, portanto, é: os países que cresceram mais (ou aumentaram a produção) foram os que mais utilizaram tecnologia que sequestra carbono, aumentando sua eficiência técnica. Para tanto, utilizou-se um modelo de fronteira estocástica, a partir dos dados para o período 1992-2014 de 118 países, disponibilizados pelo Departamento de Agricultura Americano (USDA), pelo Banco Mundial e pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO, sigla do inglês Food and Agriculture Organization). O estudo aponta que soluções sustentáveis na produção agrícola, que aumentem a capacidade de captura de CO2 pelo solo, implicam aumento da eficiência produtiva e que essas medidas não estão totalmente disseminadas no âmbito mundial, apenas nos países elencados como mais tecnicamente eficientes.

Palavras-chave: agricultura; produção; mudanças climáticas.

The objective of the present study is to estimate the factors that influencing global agricultural production, as well as to assess the technical efficiency of countries, taking account the context of climate change. The problem is: are countries that seek productive solutions to increase productivity and competitiveness the most efficient in a sustainable production logic? It is believed that the countries that increased the most production were those that intensified the emission of GHG (Greenhouse Gases), which leads to associate the false interpretation that growing countries pollute more. The hypothesis to be tested, therefore, is: the countries that grew the most (or increased production) were those that used the most technology that sequesters carbon, increasing its technical efficiency. To do this, a Stochastic Frontier model was used, based on the 1992-2014 data from 118 countries, available from the US Department of Agriculture (USDA), the World Bank and the Food Agriculture Organization (FAO). The study show that sustainable solutions in agricultural production, which increase the capacity of CO2 capture by soil, imply an increase in productive efficiency and that these measures are not fully disseminated worldwide, only in countries listed as more technically efficient.

Keywords: agriculture; production; climate change.

 

  acesseAcesse o sumário executivo  acesseAcesse o documento (2 MB)

 

 

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea