Twitter
Youtube
facebook
LinkedIn
Slideshare

 

06/06/2019 12:00
td-banner

TD 2479 - Inserção no Mercado Internacional e a Produção de Carnes no Brasil

Marcelo Dias Paes Ferreira e José Eustáquio Ribeiro Vieira Filho, Rio de Janeiro, junho de 2019 

 

Buscou-se levantar, por meio deste texto, as principais informações sobre a produção de carne bovina, suína e de frango no Brasil e a inserção do país no mercado internacional. Este estudo foi desenvolvido no escopo da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e o Ipea. Verificou-se que houve incrementos na produção e na produtividade dos três setores analisados de 2009 a 2018. Esse crescimento possibilitou ao Brasil manter uma posição de destaque no mercado internacional, figurando entre os principais países produtores e exportadores. O destaque se deve às vantagens de custo que o país apresenta em relação aos principais competidores internacionais. A China tem se destacado como o principal destino das exportações brasileiras de carne, enquanto a Rússia tem sistematicamente reduzido suas importações de carne bovina e suína. À luz da discussão aqui proposta, sugere-se a organização e estruturação de uma política voltada à promoção e à abertura de novos mercados, no intuito de diversificar os destinos das exportações do setor e diminuir o risco do comércio internacional.

Palavras-chave: pecuária; comércio internacional; exportações; carnes.

This work aimed to synthetize information regarding beef, pork and broiler production in Brazil, as well as the role of Brazil in the international market. This study was developed within a partnership between The Brazilian Trade and Investment Promotion Agency (Apex-Brasil) and The Institute for Applied Economic Research (Ipea). We find that both production and productivity have increased from 2009 to 2018. These increments allowed Brazil to be a major player in meat production and exports during the period, which is strongly related to cost advantages over other countries. China has increased its meat imports from Brazil, whilst Russia systematically reduced its beef and pork. Overall, we suggest to policymakers to set up strategies to promote Brazilian meat and open new markets in order to diversify the consumers and reduce the exports dependence, and its inherent risks, to few countries.

Keywords: livestock; international trade; exports; meat.

 

  acesseAcesse o sumário executivo  acesseAcesse o documento (3 MB)

 

 

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea