Facebook Twitter LinkedIn Youtube Flickr
22/10/2019 12:00
td-banner

TD 2518 - Os Empréstimos do BNDES e a Sobrevivência de Empresas

Philipp Ehrl e Leonardo Monteiro Monasterio, Brasília, outubro de 2019

 

Este trabalho avalia se o recebimento de empréstimos de médio e grande porte do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e as condições de financiamento afetam a sobrevivência das empresas. Estimam-se modelos de duração (duration models) com a utilização de informações sobre a população de firmas brasileiras e empréstimos indiretos automáticos e não automáticos do BNDES entre 2003 e 2014. Para superar o óbvio viés de seleção, as estimações principais incluem apenas empresas que receberam pelo menos um empréstimo do BNDES em algum momento. Os dados mostram que, para empresas pequenas, sem filiais e aquelas que entraram no mercado após 2002, o recebimento é associado a um efeito adverso. Para empresas mais antigas, com filiais e com pelo menos cinco funcionários, esse recebimento, em conjunto com um número maior de empréstimos e a juros menores, diminui o risco de saída do mercado.

Palavras-chave: BNDES; sobrevivência de empresas; empréstimos subsidiados.

 

  acesseAcesse o sumário executivo  acesseAcesse o documento (3 MB)

 

 

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea