Facebook Twitter LinkedIn Youtube Flickr
08/11/2019 17:57

Acordo de cooperação com o think tank chinês será firmado neste ano


Parceria foi negociada por missão do instituto ao 5º Fórum de Think Tanks China-América Latina e Caribe, em Beijing

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) vai firmar um memorando de entendimento com a Chinese Academy of International Trade and Economic Cooperation (Caitec) no dia 4 de dezembro. A parceria será fechada na sede do Ipea, em Brasília, durante o Seminário Internacional Ipea-Caitec: Desafios às Relações Econômicas Brasil-China.

O objetivo do memorando de entendimento é permitir que as duas instituições realizem estudos para subsidiar a agenda governamental por meio dos ministérios aos quais estão vinculados – Ministério da Economia brasileiro e Ministério do Comércio chinês –, sobre temas econômicos das relações bilaterais. O diretor de Estudos e Relações Econômicas e Políticas Internacionais do Ipea, Ivan Oliveira, reuniu-se com o vice-presidente do Caitec, Qu Weixi, e o diretor do Instituto para as Américas do think tank chinês, Li Wei, durante uma missão a Beijing em outubro.

Na capital chinesa, em 28 e 29 de outubro, Oliveira representou o Ipea no 5º Fórum de Think Tanks China-América Latina e Caribe. O fórum é parte da agenda oficial de cooperação entre a China e os países da América Latina e do Caribe e reúne pesquisadores e policymakers de todos os países da região para debater os principais tópicos de suas relações com a potência asiática, com destaque para investimentos em infraestrutura, ampliação do comércio bilateral e parcerias tecnológicas.

Segundo o diretor do Ipea, a participação no fórum foi relevante para a discussão de resultados de estudos realizados pelo instituto, para o conhecimento de novos temas, abordagens, e para o maior envolvimento institucional em redes de pesquisa internacionais.

No dia 30 de outubro, Oliveira também participou de reunião de trabalho na China Academy of Information and Communications Technology (CAICT) com a vice-presidente do órgão, Wang Zhinqin, e alguns de seus diretores. Os anfitriões trataram do funcionamento do think tank e da agenda chinesa para novas tecnologias, com foco na regulamentação da tecnologia 5G na China e o plano estratégico do governo chinês para sua expansão e seu uso.

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea