Facebook Twitter LinkedIn Youtube Flickr
topo td_antigos

TD 0419 - A Demanda por Moeda no Brasil: 1974/95

Octávio Augusto Fontes Tourinho / Rio de Janeiro, maio de 1996

Trata da especificação de uma equação empírica para a demanda por moeda para o Brasil nos últimos 20 anos. Propõe um modelo que pode ser considerado, sob certos aspectos, como uma extensão do modelo de Cagan (1956) para a dinâmica monetária das hiperinflações, com o seu aperfeiçoamento em várias dimensões. Desenvolve algumas modificações necessárias àquele modelo para permitir sua aplicação a um processo de inflação elevada que ainda não atingiu o estágio hiperinflacionário. Aponta que a equação aqui sugerida pode ser utilizada para identificar as principais variáveis que influem na demanda por saldos reais de moeda e quantificar os seus efeitos através de seus coeficientes, permitindo calcular elasticidades importantes da demanda por moeda (como, por exemplo, aquela com relação à taxa esperada de inflação). Descreve inicialmente a maneira como uma forma funcional flexível pode ser aplicada ao estudo da demanda por moeda para determinar a forma funcional ideal. Discute a especificação empírica do modelo, apresenta os resultados da estimação da equação para o Brasil no período 1974/95 e reúne as principais conclusões.

 

acesseAcesse o documento (904.55 Kb)         

 

Surplus Labor and Industrialization

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea