Facebook Twitter LinkedIn Youtube Flickr
topo td_antigos

TD 0475 - Desemprego Regional no Brasil: Uma Abordagem Empírica

Carlos Henrique Corseuil, Gustavo Gonzaga e João Victor Issler / Rio de Janeiro, abril de 1997

Pretende analisar a evolução das taxas de desemprego regionais no Brasil. A principal motivação é investigar uma possível semelhança nos movimentos, tanto de curto como de longo prazo, das taxas de desemprego regionais. A análise se baseia em observações mensais dos últimos quinze anos referentes às seis principais regiões metropolitanas brasileiras cobertas pela Pesquisa Mensal de Emprego (PME). Identificamos que, à exceção de Recife, os fatores agregados relacionados ao desemprego nacional são extremamente relevantes na determinação do desemprego regional. Como conseqüência, podemos constatar co-movimentos tanto no curto como no longo prazo entre as taxas das demais cinco regiões e a taxa nacional. O artigo faz também uma decomposição das séries regionais em elementos permanentes e transitórios. Os componentes permanentes seguem uma trajetória bastante semelhante às respectivas taxas de desemprego, o que indica que os choques que incidem sobre estas taxas têm efeitos prolongados.

 

acesseAcesse o documento (263.39 Kb)          

 

Surplus Labor and Industrialization

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea