Facebook Twitter LinkedIn Youtube Flickr
topo td_antigos

TD 0485 - O Papel dos Fundos Parafiscais no Fomento: FGTS e FAT

Maurício Mota Saboya Pinheiro / Brasília, junho de 1997

O objetivo do presente texto é definir uma varável - o fluxo de disponibilidade para aplicação -, a fim de medir a capacidade de investimento dos principais fundos públicos parafiscais brasileiros (FGTS e FAT), avaliar seu comportamento no período 1990-1996, e estimar - ainda que de forma simples - sua trajetória no período de 1997-2000. Chega-se à conclusão que, tendo em vista um cenário de crescimento para a economia brasileira, aquela capacidade pode retomar seu crescimento de forma sustentada a partir de 2000. Logo, o desempenho favorável das variáveis macroeconômicas chave na determinaçào e o emprego pode significar a recuperação de tais fundos como instrumentos importantes para o fomento econômico e social do País.

 

acesseAcesse o documento (186.27 Kb)          

 

Surplus Labor and Industrialization

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea