Facebook Twitter LinkedIn Youtube Flickr
topo td_antigos

TD 0915 - Oferta de Serviços de Saúde: Uma Análise da Pesquisa Assistência Médico-Sanitária (AMS) de 1999

Francisco Viacava e Lígia Bahia / Brasília, novembro de  2002

Este trabalho examina os resultados da Pesquisa Assistência Médico-Sanitária (AMS)de 1999 e, para tanto, considera a expansão da capacidade instalada, as relações entre os serviços públicos e privados e os recursos humanos e tecnológicos incorporados aos estabelecimentos de saúde. A análise comparativa dos dados da AMS 1999 com os da AMS 1992 evidencia certa desaceleração no ritmo de crescimento dos estabelecimentos de saúde ambulatoriais, a estagnação nas taxas de crescimento dos estabelecimentos hospitalares, bem como o incremento considerável de determinadas unidades de saúde especializadas. O crescimento da rede de estabelecimentos sem internação, ainda que a taxas menores do que em períodos anteriores, e a redução na oferta de leitoshospitalares relativizam o peso dos hospitais no modelo assistencial brasileiro. Entretanto,verifica-se a permanência de uma oferta de serviços ambulatoriais desigualmente distribuídos pelas diferentes regiões do país, assim como baixos níveis de especialização e de capacitação tecnológica da rede de serviços disponível para os clientes do Sistema Único de Saúde (SUS). As disparidades regionais são entrecruzadas pela distribuição municipal extremamente complexa de determinados recursos. O excesso ou a escassez de recursos assistenciais presentes nas grandes cidades e também no interior do país, os quais decorrem, possivelmente, de uma demanda diferenciada dos segmentos populacionais vinculados ao SUS e daqueles segmentos financiados pelos planosprivados de saúde, adicionam novas tensões aos velhos desafios de promover a universalização do acesso, a integralidade das ações de saúde e a redução das desigualdades sociais.

 

acesseAcesse o documento (178.41 Kb)            


Surplus Labor and Industrialization

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea