Facebook Twitter LinkedIn Youtube Flickr
topo td_antigos

TD 1187 - Moradia Precária e Violência na Cidade de São Paulo

Rute Imanishi Rodrigues / Rio de Janeiro, maio de 2006

Este texto discute a relação entre a pobreza e a violência urbana, usando como exemplo ocaso do município de São Paulo. Pretende-se mostrar que o local de moradia, e não a renda, é a variável mais adequada para avaliar a associação entre a pobreza e a violência na cidade. O corte espacial permite observar as inter-relações entre as dimensões econômica, social e dos direitos que são fundamentais para se compreender a dinâmica da violência, mas que dificilmente seriam percebidas através da observação da renda apenas. O texto investiga os pontos de ligação entre, de um lado, as descobertas dos estudos sociológicos e antropológicos sobre a violência nas favelas e bairros populares das grandes cidades e, de outro, os resultados quantitativos sobre a pobreza da população em moradias precárias na cidade de São Paulo em 2000. Os dados mostram que há forte correlação espacial entre os locais de moradias precárias e as taxas de homicídios. As estatísticas sobre as condições de habitação, educação e trabalho da população das moradias precárias informam que esse grupo populacional sofre desvantagens econômicas e sociais tão ou mais graves que a dos pobres de renda em geral, a despeito de as moradias precárias não serem habitadas apenas por pobres de renda.

This paper discusses the relationship between poverty and urban violence, taking the city of São Paulo as example. It seeks to show that the local of residence, and not income, is the most adequate variable to evaluate the association between poverty and violence in the city. The spatial cut allows us to observe the inter-relations between economic, social and rights dimensions which are fundamental to understand the violence dynamics, but could not be perceived by looking at income only. The paper investigates the links between, from one side, the results of sociological and anthropological studies on violence within poor communities and, from the other side, the quantitative data on poverty within these communities in São Paulo for 2000. The data show strong correlation between localities of precarious housing and homicide rates. The statistics on housing conditions, education and employment inform that communities like favelas and similar localities suffer economic and social disadvantages so or more grave than the poor population in general.

 

acesseAcesse o documento (178.41 Kb)           

 

Surplus Labor and Industrialization

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea