Facebook Twitter LinkedIn Youtube Flickr
topo td_antigos

TD 1231 - Crescimento das Indústrias Exportadoras no Brasil: um modelo dinâmico de efeitos fixos com o PIB mundial como variável

Patrick Franco Alves e Miguel Antonio Pinho Bruno / Brasília, novembro de 2006

A literatura empírica tem encontrado robusta correlação positiva entre desempenho econômico e exportações, seja no nível de plantas industriais, seja para a economia como um todo. Essa relação ganha respaldo com a lei de Kaldor-Thirwall, que enfatiza a importância do comércio exterior como motor do crescimento e da emergência de economias caracterizadas por um padrão export-led-growth. Todavia, a endogeneidade existente entre crescimento e exportações evidencia a necessidade de especificações econométricas adequadas, incluindo a abordagem das variáveis instrumentais. O modelo de painéis dinâmicos desenvolvidos por Arellano e Bond (1991) é uma solução justificável para esta situação, considerando-se que as fontes de dados oficiais para a formação de painéis de empresas geralmente possuem periodicidade curta. Para corrigir a endogeneidade nos modelos, o presente trabalho utiliza o PIB dos parceiros comerciais do Brasil como variável instrumental. Os resultados encontrados sugerem a existência de impactos positivos das exportações sobre as empresas industriais brasileiras quando se utilizam os modelos dinâmicos, mesmo após estimação em dois estágios.

The empiric literature has been finding a robust positive correlation between economic acting and exports, at the industrial plant and also for the economy as a whole. That relationship backrest with the law of Kaldor-Thirwall, that emphasizes the importance of the foreign trade as an engine of the growth, and the emergence of economies characterized by an export-led growth pattern. Though, the endogeneity between economic growth and exports evidences the need of appropriate econometric specifications, including the approach of the instrumental variables. The model of dynamic panels developed by Arellano and Bond (1991) it is a justifiable solution for this situation, being considering that the official data sources for the formation of panels of companies usually have short periodicity. To correct the endogeneity of models, the present work uses the Brazilian commercial partners` GDP as instrumental variable. The found results suggest the existence of positive impacts of the exports on the Brazilian industrial companies, when the dynamic models are used, even after using this instrument in the estimate in two steps.

 

acesseAcesse o documento (178.41 Kb)          

 

Surplus Labor and Industrialization

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea