Facebook Twitter LinkedIn Youtube Flickr
topo td_antigos

TD 1022 - Governo que Aprende: Gestão do Conhecimento em Organizações do Executivo Federal

Fábio Ferreira Batista / Brasília, junho de 2004

Este trabalho discute o conceito da Gestão do Conhecimento (GCO) e a sua importância para a Administração Pública, além de identificar o estágio de implementação da GCO em que se encontram seis organizações do executivo federal_ Banco do Brasil, Banco Central do Brasil, Caixa Econômica Federal, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Serviço de Processamento de Dados (Serpro), e Petróleo Brasileiro (Petrobras)_, com base no método da American Productivity and QualityCenter (APQC): “Road Map to Knowledge Management Results”.O estudo destaca algumas práticas de sucesso, situa o tema GCO nas organizações públicas no campo de estudo da Gestão Pública e defende a tese de que a finalidade da GCO em tais organizações deve ser vista de forma mais ampla que em empresas do setor produtivo. Além disso, ressalta a importância da implementação de uma política de gestão do conhecimento com diretrizes e estratégias claramente definidas para “massificar” e agilizar o processo de institucionalização da GCO na Administração Pública.

This paper analyses the importance of the concept of Knowledge Management (KM) for the public administration and identifies the stages in the process of implementation of KM of six Brazilian federal organizations _Banco do Brasil, Banco Central do Brasil,Caixa Econômica Federal, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa),Serviço de Processamento de Dados (Serpro), Petróleo Brasileiro S. A. (Petrobras)_ according with the method adopted by the American Productivity and Quality Center(APQC): “Road Map to Knowledge Management Results”. Knowledge Management practices in the organizations are highlighted and KM in the public sector is seen as part of the field of study known as Public Management. It is argued that the objective of KM in public organizations should be seen in a broader perspective than in the private sector and it is stressed the importance of a public knowledge management policy (with clear guidelines and strategies) to spread KM to all areas of the Brazilian federal government and to quicken the process of institutionalization of KM in the Public Administration as well.


acesseAcesse o documento (427.63 Kb)             


Surplus Labor and Industrialization

 
 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil.
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
Expediente Portal Ipea